Aprenda como montar um provedor de internet fibra óptica.

OBS: é de extrema importancia obter informações profissionais, cursos,autorizações de orgãos competentes e formações para a pratica destes trabalhos evite acidentes e transtornos.

Faça cursos de NR 10 e NR 35 Capacite seus profissionais e equipe todos com os Epi´s necessários, seja responsável e profissional ,contrate pessoas certificadas para cada setor,evite acidentes respeite a vida.

Você quer aprender a montar um provedor de internet seja ele fibra óptica ,wireless,ou cabeado ,pois bem você esta no lugar certo.

O primeiro passo que você tem que entender é aonde você quer chegar, qual o seu publico e qual o investimento inicial que você quer começar ,até porque você precisa ser o mais realista possível para o seu novo projeto,para não perder tempo.

Lembrando que o mais importante deste projeto é iniciar todo legalizado,Tire sua propria licença SCM Anatel e Licença da Operadora de Energia de sua cidade efetuando o projeto e iniciando todo legalizado,

*OBS:lembrando que todos os produtos utilizados em seu provedor devem ser devidamente Homologados pela Anatel.

O segundo passo é definir a localidade e extensão,sugiro que faça uma pesquisa antes no local,como por exemplo: buscando saber os seguinte topicos:

- Se no local existe uma internet de fibra óptica de qualidade  ?

- Qual é a qualidade ? 

- Se tem interesse e qual a necessidade local?

Isso ajudará a definir qual plano você vai entregar ao seu futuro cliente com qualidade diferenciada.

Feita toda a pesquisa ,vamos começar?

Pegue papel e caneta e trace suas metas,e não se esqueça de copiar nossas dicas e as colocar em pratica.

1° Dica: Você precisa de um local para atendimento dos seus clientes , este mesmo pode ser o local base onde estabelecerá seus equipamentos ou o famoso DG.

2° Dica: Pois bem ,tendo o local estabelecido você precisa contratar um link de internet ao qual será vendido a seus clientes.

3° Dica: Feita a contratação você irá comprar uma OLT (Equipamento base aonde administra toda a luz do seu Link amplificando até os clientes de fibra óptica), alem de controlar seus link´s controla támbem toda a amplificação da Luz em sua trajetória de suarede de internet fibra óptica ate seus clientes e entroncamentos de ruas e bairros.

4° Dica: Apos a compra da OLT e instalação vamos precisar de uma Mikrotik CCR1009 (Equipamento que faz a transformação de Luz em dados que vem da OLT para se transformar em internet novamente).

A Mikrotik CCR1009 e usada para entrada da Luz dos G-Bic da OLT na Mikrotik 1009 , é exatamente ai aonde acontece a magica que transforma Luz em Dados e vira internet aos seus clientes e daí parte todo Gerenciamento de seu Provedor  .

Neste momento tambem é hora de escolher as G-Bic de atendimento e qual tecnologia a se trabalhar.

Aqui demonstramos a CCR 1009 porem existem diversos equipamentos que fazem este gerenciamento que mostraremos em outro tópico fique ligado em nosso Blog.

Tecnologia = EPON = (esta tecnologia comporta no máximo 64 Clientes por porta G-Bic ideal para iniciantes e mais enconta no mercado atual).

Vamos aos calculos é simples:

Se você tem uma OLT EPON com 8 portas de Entradas de G-Bic e elas comportam no maximo 64 Clientes por porta teremos uma Gama de clientes final nesta OLT de no Máximo 512 Clientes

Tecnologia = GEPON(esta tecnologia comporta no máximo 128 Clientes por porta G-Bic ideal para quem que iniciar com um numero mais robusto de clientes, tecnologia mais comum no mercado atual).

Vamos aos calculos é simples:

Se você tem uma OLT GEPON com 8 portas de Entradas de G-Bic e elas comportam no maximo 128 Clientes por porta teremos uma Gama de clientes final nesta OLT de no Máximo 1024 Clientes

Tecnologia = X_GEPON = (esta tecnologia comporta no máximo 256 Clientes por porta G-Bic ideal para grandes areas de cobertura e cidades com grande numeros de assinantes inovação do mercado atual).

Vamos aos calculos é simples:

Se você tem uma OLT X-GEPON com 8 portas- Entradas de G-Bic e elas comportam no maximo 256 Clientes por porta teremos uma Gama de clientes final nesta OLT de no Máximo 2048 Clientes

Importante ressaltar que cada OLT de Rack podem ser acopladas até 16 Placas de 8 G-Bic´s em cada formando assim uma conta de 16 Placas x 8 Numeros de Portas da G-Bic x Capacidade da tecnoligia = á  x  Assinantes

Ex: Capacidade - Tecnologia - EPON  

Placas OLT 16 x  8 Numeros de Portas da G-Bic x 64 Capacidade da tecnoligia Epon = 8.192  Clientes Assinantes

Agora vamos para a saída de linha aonde devemos começar a esticar fibras nos postes para o atendimento aos nossos clientes,é de extrema importancia que nunca se deve utilizar postes sem treinamentos e autorizações de operadoras e estar munido das autorizações no local de trabalho,bem como o operador tambem deve ser altamente treinado em curso certificado para os devidos trabalhos, contrate sempre profissionais habilitados ,sempre consulte antes de começar seu projeto um curso base de toda utlização e formação de trabalho ,tanto em altura como em áreas de riscos como a de energia elétrica para seu conhecimento e cobrança de gestão e contratação profissional adequada.

5° Dica: Para iniciantes sugiro que comecem seus pequenos provedores com uma fibra de 24fo ou 12fo,isso lhe renderá uma gama de atendimento inicial de no minimo uns 1.024 clientes o que já se é um excelente inicio.

6° Dica: Agora vamos sair para rua aonde serão instalados os cabos de celula tronco de 12fo ou 24fo ou da quantidade escolhida,neste caso indicamos efetuar seu projeto em cima da maior avenida existente no local,e nos entroncamentos ir fazendo as derivações.

7° Dica: Feito a celula tronco vamos para as derivações,sugiro utilizar sempre nas derivações a metade ou podendo ser até 1/3 da celula central ou seja conta rapida ,ficaria assim ,se você usa na celula tronco 24 fibras podera derivar os entroncamentos com 12 ou 8 fibras isso facilitará em um futuro atendimento de maior encorpe para
não saturação da fibra óptica.

8° Dica: É importante lembrar Sobre as caixas clientes,a conta fica mais ou menos assim,a cada 3 postes 1 caixa CTO de atendimento ao cliente 1/16 completa.

E para lugares com menos distancias pode ser utlizado CTO´s de 1/8 Completas.

9° Dica: Para os entroncamentos e divisões de rua e bairros e avenidas sugiro que utilize caixas de emendas ópticas tipo CEO de no minimo 12-Emendas isso facilitará
sua manutenção,e não esqueça de sempre deixar uma reserva tecnica para casos de manutenção e breve extensão para pontos futuros.

10° Dica: Pronto feito as derivações e instalações de caixas você já esta quase lá,agora deverá ativar todos os pontos e efetuar os testes;efetuado os testes agora sim vamos começar a instalar clientes!

11° Dica: Para instalações de clientes você deverá utilizar uma unidade de ONU que é uma espécie de modem e utilizar cabos DROP 1 via e conectores suficientes.

Pronto ai esta seu provedor de internet fibra óptica.

Agora que você sabe o básico como começar,é hora de agir e colocar em pratica.

Agora aqui iremos dar algumas dicas de quais equipamentos a serem utilizados.

Optical Line Terminal

(OLT- UTILIZADA NO GERENCIAMENTO DE TODA A LUZ DA REDE E RESPONSAVEL POR ENVIAR A LUZ A REDE ÓPTICA);

Mikrotik CCR1009-7G-1C-1S+

(ESTE EQUIPAMENTO É QUE FAZ A TRANSFORMAÇÃO DE LUZ EM DADOS DE INTERNET E FAZ TODO O GERENCIAMENTO DE TODO O PROVEDOR E DE SEUS CLIENTES)

Cabo ASU de 12fo ou de 24fo ou mais fibras

(UTILIZADOS PARA ENTRONCAMENTOS E EXTENSÃO PRINCIPAL DE SEU PROVEDOR);

Caixas de Emenda Óptica

(UTILIZADA PARA OS ENTRONCAMENTOS E EMENDAS ÓPTICA ATRAVEZ DE FUSÃO);

Caixa de Terminação Óptica

(UTILIZADA PARA FINALIZAÇÃO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE);

Splitters

(DIVISORES UTILIZADOS EM CAIXAS CTO´s PARA DIVISÃO DOS CLIENTES);

Adaptadores Caixas Clientes

(UTILIZADOS PARA EMENDAR OU INTERLIGAR CLIENTE AO SPLITER);

Optical Network Terminal

(ONT/ONU-MODEM-UTILIZADO NO CLIENTE FINAL);

Cabo low friction

(CABO DROP UTILIZADO NO CLIENTE FINAL);

Conectores Ópticos

(UTILIZADOS EM CABOS NO DG OU NA INSTALAÇÃO DOS CLIENTES);

Power meter

(MEDIDOR DE LUZ PARA VERIFICAÇÃO DE PERDAS DE SINAL E INSTALAÇÕES E MANUTENÇÃO DA REDE ÓPTICA);

Visual Fault Locator

(VFL-CANETA DE LUZ PARA VERIFICAÇÃO E TESTES DE PONTA A PONTA NA FIBRA ÓPTICA);

Máquina de fusão

(PARA EFETUAR EMENDA FUSÃO DAS CAIXAS DE EMENDAS E SAIDAS DE ENTRONCAMENTOS);

Clivador

(UTILIZADOR PARA EFETUAR O CORTE HOMOGENIO DA FIBRA ÓPTICA PARA EFETUAR A FUSÃO OU INSTALAÇÃO DO CONECTOR CLIENTE);

Roletador de cabo óptico

(UTILIZADO PARA DECAPAR O CABO ÓPTICO);

Decapador de fibra

(UTILIZADO PARA DECAPAR A FIBRA);

Decapador de cabo low friction

(DECAPADOR DE CABO DROP CLIENTE).

Alicate Decapador de fibra

(UTILIZADO PARA DECAPAR O ACRILATO DA FIBRA ÓPTICA);

Nesta etapa, é importante que o provedor preste muita atenção à qualidade dos equipamentos que está comprando.
E se todos são realmente certificados para evitar transtornos futuros.

Lembre sempre de efetuar ao seu cliente muitas ofertas,premios e brindes.

Em caso de duvidas fale conosco https://americanbrasil.com.br/ ou busque sempre um Gestor Comercial.

Televendas (19)-3325-3009

Creditos de imagens Freepik/Pint it

Boa Sorte e bons negocios.